fbpx

Como fazer previdência privada para meu filho

Como fazer previdência privada para meu filho

A previdência privada vem sendo uma alternativa cada vez mais utilizada pelos pais para guardar dinheiro para o futuro dos filhos. Mas como, e porque fazer a previdência privada para seu filho?

Porque investir em previdência privada

Ao optar por uma previdência privada para filhos é possível até pagar menos imposto de renda, ou receber uma restituição maior, pois o mesmo benefício do PGBL para aportes na previdência pessoal, vale também para aportes na previdência dos filhos (respeitando o teto total de 12%).

Depois de completar 18 anos os filhos poderão usar o valor de sua previdência nos estudos universitários, intercâmbios ou até mesmo utilizar para entrada de um apartamento próprio ou continuar aportando e rendendo para aposentadoria.

Se nenhuma das alternativas parecer atrativa, um pouquinho por mês tem a chance de se tornar um montante que pode fazer toda a diferença na vida de seu filho em alguns anos.

Por isso trouxemos um artigo completo sobre como fazer uma previdência privada para seu filho, quais as melhores alternativas e benefícios para isto.

É possível pagar uma alíquota mais baixa de imposto de renda?

Um ponto importante quanto a melhor opção para atingir uma alíquota mais baixa de imposta de renda é a escolha do plano de regime de regressivo de IR.

Isso porque com ele é possível atingir uma alíquota de IR de apenas 10%, enquanto em fundos não previdenciários a menor alíquota possível seria de 15%.

Para isto, basta escolher a tabela regressiva e manter suas aplicações por 10 anos, (o que provavelmente será seu caso, visto terá passado por volta de 10 anos até que seu filho seja maior de idade e utilize tais recursos), você deduzirá 5% de sua alíquota de imposto de renda.

É possível fazer dedução fiscal se for do tipo PGBL?

Os planos de previdência privada PGBL E VGBL, permitem fazer aportes e acumular dinheiro durante sua idade em que estará economicamente ativo, para na aposentadoria, ou quando decidir necessário, acessar o montante acumulado.

Mas qual a diferença entre ambas as modalidades e porque escolher a PGBL?

O plano VGBL é uma espécie de seguro de vida, enquanto o PGBL é uma previdência complementar. Sua principal diferença esta nos custos tributários dispensados a um e outro.

O plano PGBL, plano gerador de beneficio livre, e é um seguro de vida que possui cobertura por sobrevivência.

Desse modo, este plano para quem possui renda tributável e declara o Imposto de Renda no modo completo será a melhor opção. Isso porque os planos de previdência PGBL podem ser utilizados como forma de incentivo fiscal, assim pode ser deduzido em até 12% da sua renda tributável no ano.

Nesse video, que faz parte do nosso curso gratuito Do Zero a Aposentadoria, que pode ser acessado aqui.

A previdência estará no nome do filho ou no nome dos pais?

Não há idade mínima para ter um plano de previdência privada. Para fazer parte desse tipo de investimento basta ter um CPF válido e fazer os aportes de acordo com a instituição financeira escolhida.

Assim, é possível realizar a previdência em nome dos pais ou em nome dos filhos. No primeiro caso, os pai serão os titulares e pode ser colocado os filhos, cônjuge ou outros como beneficiários em caso de morte. Já no segundo caso, os filhos já são os titulares e terão a previdência já nos seus nomes.

Horizonte de tempo mais longo para previdência em nome dos filhos

Outro ponto importante é o fato de a previdência privada para filhos possuir um longe horizonte de tempo, isto porque é feita antes mesmo do nascimento do filho, ou quando o filho ainda é novo.

Nesse sentido, o horizonte de tempo para os investimentos será longo e isso permite que os investimentos em previdência sejam feitos com maior risco, buscando retornos mais altos.

Escolher uma previdência privada com maior risco, mesmo para pais mais conservadores, não será um grande problema, pois como será utilizado os recursos em muitos anos pra frente, oscilações de curto prazo não produzirão impacto.

Onde e como fazer?

Este tipo de previdência é aceito por praticamente todas as seguradores e bancos podendo ser escolhido por sua preferencia.

Além disso, para contratar este serviço você analisa as mesmas possibilidades de contratar uma previdência para adultos. A única exigência para que tal plano fique em nome de seu filho é que ele crie uma conta no banco ou seguradora escolhida e já possua seu CPF cadastrado.

Mas afinal, quais os maiores benefícios?
  • É possível fazer o resgate a partir dos 60 dias de carência;
  • É um investimento com potencial de acumulação de capital. Isto porque a previdência tem uma boa combinação entre prazos e juros;
  • Colabora na gestão profissional do seu filho, já que, com o valor investido você poderá pagar uma boa faculdade ou mantê-lo em outra cidade;
  • Há benefícios tributários;
  • Seu filho não dependerá exclusivamente da aposentadoria pública, já que terá um bom valor para manter-se durante a vida adulta.

Se você se interessou em fazer uma previdência privada para seu filho e quer saber mais sobre como seguir seu planejamento financeiro acesse nosso curso Planejando minha independência financeira: do zero a aposentadoria. Ou entre em contato com um de nossos consultores.

Compartilhe

Compartilhe

Mais artigos

Busca

Envie uma mensagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gerencie seu Patrimônio

em um só lugar

Monefica gestora de investimentos, fundo exclusivo, planejamento financeiro, investimentos, gestã patrimonial, carteira administrada.

Integre e consolide seus investimentos financeiros, a distribuição da sua carteira
e rentabilidade com o benchmark definido

Vamos trabalhar juntos no

seu projeto de vida