fbpx

Décimo terceiro: quem recebe e o que fazer?

Décimo terceiro: quem recebe e o que fazer?

Chega o final do ano e a expectativa de boa parte da população é receber o décimo terceiro salário.

Um recurso adicional que é pago no final do ano, justamente em uma época de maiores gastos, que neste ano de 2022 veio junto a eleições e Copa do Mundo.

Todavia, é preciso de preparar e utilizar seu décimo terceiro de maneira correta e planejada antes de gastar toda esta quantia.

Por isso, a Monefica trouxe este artigo para explicar o que é o décimo terceiro, quem recebe e o que fazer com este dinheiro.

O que é o décimo terceiro salário?

O décimo terceiro salário é um benefício criado ao trabalhador que existe desde 1962.

É possível receber este salário de duas formas diferentes: via uma parcela única ou dividido em duas parcelas iguais, sendo que este caso é o mais comum. 

O pagamento da primeira parcela ocorre entre os dias 1º de fevereiro e 30 de novembro, geralmente a última data é paga pelas empresas. Assim, deve ser pago no mínimo, 50% do valor do salário do trabalhador. Já a outra metade é disponibilizada até 20 de dezembro.

Porém, se você receber seu décimo terceiro salário em uma única parcela, ele deve ser pago até 30 de novembro. 

O valor a ser recebido do décimo terceiro salário é o mesmo do salário integral recebido em um ano completo. Todavia, ele é pago apenas para quem exerceu atividade profissional remunerada, no regime de CLT.

Ainda se o trabalhador entrou na empresa durante o ano ocorrido, ele deve receber o valor proporcional que se foi trabalhado.

O cálculo do décimo terceiro salário é feito utilizando o valor do salário bruto divido por 12 meses de trabalho e multiplicado pelos meses nos quais o empregado trabalhou na empresa neste ano.

É importante ressaltar que no cálculo de sua remuneração é preciso entrar todas as verbas de natureza salarial, como horas extras, periculosidade, adicional de insalubridade, entre outros.

Por exemplo, se você entrou na empresa que reside atualmente, em junho deste ano de 2022, você terá direito a 6/12 avos do seu salário. 

Ainda, por se tratar de um benefício trabalhista, acontece alguns descontos no décimo terceiro salário, como desconto de Imposto de Renda e contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Desse modo, é essencial que se faça os cálculos após o abatimento do valor do INSS. E em cima deste valor deverá ser aplicado o que será descontado do Imposto de renda.

Como usar o décimo terceiro salário com responsabilidade?

Antes de sair gastando o seu dinheiro, lembre-se que o início do ano sempre chegam algumas pendencias, como as parcelas de IPTU e IPVA, seguro de carro, imóveis, entre outros.

Por isso, é importante ficar atento e se planejar para lidar com estes pagamentos de maneira tranquilo.

Como investir seu décimo terceiro

1. Pagar as contas

A primeira e mais importante recomendação é usar o dinheiro extra para colocar as contas em dia. Como foi destacado anteriormente, o final de ano é época em que as pessoas gastam mais, mas antes de qualquer gasto a prioridade é pagar o que está atrasado. Assim, será possível iniciar o ano de forma tranquila.

2. Iniciar ou engordar a reserva de emergência de emergência

Imprevistos sempre acontecem. Por isso, é fundamental ter uma reserva de emergência. O ideal, segundo especialista é que você possua uma quantia de reserva que possua o valor dos seus gastos regulares acumulados em um período de 6 a 12 meses. 

Logo, se você não tem um fundo de emergência, pode começar a guardar parte do seu 13º salário.

Onde investir seu décimo terceiro salário e criar um fundo de emergência?

Como investir seu décimo terceiro

Como o próprio nome diz, o fundo de emergência deve ser utilizado em uma situação em que é preciso resgatar os recursos o mais rápido possível. Por isso, é importante aplicar este fundo em uma opção que ofereça liquidez diária e ela não pode ser a poupança.

A poupança, embora tenha liquidez praticamente instantânea, tem uma rentabilidade muito baixa. Consequentemente, ela consegue superar a pressão inflacionária.

Além disso, é importante possuir seu fundo de emergência em renda fixa. Esta opção de investimentos deve ser pensada a longo prazo. Sem contar com uma alta volatilidade de investimentos de renda variável, que podem fazer com que você perca dinheiro, além de ter opções em que a liquidez do ativo pode levar dias ou semanas para ser liberado. 

Dessa forma, as melhores opções para aplicar o dinheiro do fundo de emergência são:

Tesouro Direto Selic, CDB (Certificado de Depósito Bancário) com liquidez diária ou em Fundos de Depósitos Interbancários. 

Se você ainda não possui uma reserva de emergência, ou esta utilizando o décimo terceiro salário para quitar suas dívidas. Entre em contato com um de nossos consultores para se organizar e utilizar seu beneficio do décimo terceiro salário da melhor maneira possível.

Ainda, para simular sua independência financeira e saber como alcançar sua reserva ideal acesse nosso Simulador de Independência Financeira.

Compartilhe

Compartilhe

Mais artigos

Busca

Envie uma mensagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gerencie seu Patrimônio

em um só lugar

Monefica gestora de investimentos, fundo exclusivo, planejamento financeiro, investimentos, gestã patrimonial, carteira administrada.

Integre e consolide seus investimentos financeiros, a distribuição da sua carteira
e rentabilidade com o benchmark definido

Vamos trabalhar juntos no

seu projeto de vida