fbpx

Taxa de juros real como calcular

Taxa de juros real como calcular

A taxa de juros real nada mais é que um indicador que mostra a rentabilidade de um investimentos descontado o impacto da inflação.

Muitos brasileiros ainda se decepcionam com o resultado de seus investimentos que perdem seu valor num certo período, devido ao não conhecimento da influencia da inflação ao longo do tempo.

Por isso, a Monefica trouxe este artigo para sanar suas dúvidas e para que você possa de uma vez por todas entender o que são os juros reais e como utilizá-lo.

Afinal, Taxa de juros real: o que é e como calcular?

O que é a Taxa de Juros?

Ao realizar uma compra parcelada, usar o cartão de crédito, fazer um empréstimo ou um financiamento para aquisição de um bem, não tem como fugir da taxa de juros. Até bancos e países estão sujeitos a ela.

Ao realizar um financiamento é necessário pagar uma taxa de juros para utilizar um dinheiro de forma adiantada.

via de regra, juros são o custo do empréstimo do dinheiro, pago pelo “locador” ao “locatário”.

Todavia, ao realizar um investimento, como por exemplo um CDB, LCI ou lCA, nós emprestamos um dinheiro ao banco e recebemos por isso, fazendo com que ela trabalhe a nosso favor.

A taxa de juros é um preço do tempo, uma razão de troca entre bens presentes e bens futuros.

Taxa de juros nominal X Taxa de juros real

A taxa de juros real é um rendimento alcançado em certo período descontado a inflação acumulada naquele mesmo espaço de tempo.

Já a taxa de juros nominal, também conhecida como taxa aparente de juros, é um nome dado ao percentual de rentabilidade recebida por um investimento ou de juros pagos em uma dívida por um determinado período, sem descontar o impacto da inflação. (No Brasil a Taxa de juros nominal base é a Taxa Selic.)

Ao realizar um investimento, empréstimos e financiamentos é ela que irá aparecer.

Vamos supor que você tenha depositado R$1.000 em uma aplicação financeira que rende 10% ao ano, isso sem a correção pela inflação de preço. Ao final de um ano você terá R$ 1.100, tendo uma taxa de juros nominal de 10% ao ano.

Todavia, na maioria dos países do mundo a moeda perde anualmente seu poder de compra. Surgindo a necessidade de conhecer a taxa de juros real, sendo a diferença entre a taxa de juros nominal e a taxa de inflação de preços. Ou seja, a taxa de juros após os efeitos da inflação.

Por isso, ao não se levar em conta a taxa de juros real perde-se a real noção de seus ganhos.

Nesse nosso exemplo, caso a inflação tenha sido de 10%, o ganho real do investimento teria sido 0%. Ou seja, houve rendimento nominal, mas não houve ganho real de juros, que é o objetivo de todo investidor.

Impacto da taxa de juros real em seus investimentos

Devido a perda constante da moeda e consequentemente de seu poder de compra, é imprescindível entender a taxa de juros real.

Vamos dar um exemplo de que você tenha realizado uma aplicação, admitindo que a inflação do ano que você aplicou financeiramente seja de 3% ao ano. Neste caso, a taxa de juros nominal e real serão positivas.

Todavia, supondo que a inflação tenha sido de 15% ao ano, neste caso, embora a taxa de juros nominal tenha sido positiva a taxa de juros real foi negativa. Assim, os 1.100 que você possui hoje tem um poder de compra menor do que a um ano atrás,

Assim seu poder aquisitivo caiu, sendo capaz de comprar menos bens do que anteriormente. O grande problema de taxa de juros reais negativas é o desincentivo a poupar. Uma grande problemática para economia.

Como calcular a Taxa de juros Real?

Para calcular é preciso somar um mais a taxa de juros nominal e dividirmos por um mais a taxa de inflação, depois disso subtraímos a taxa por um e dividimos por 100.

Taxa de juros real: Fórmula

Ao investirmos em um momento onde a taxa de juros nominal é de 10% ao ano, supondo uma inflação na média de 3%, fazendo os cálculos concluiremos que a Taxa de real, que será utilizada para maior controle do retorno de seus investimentos e para entender a interferência da inflação ao longo do tempo, será de 6,8% ao ano.

Como mostra-se abaixo:

Como calcular a taxa de juros real

Quanto é o juros real no Brasil?

A taxa de juros real sofre ajustes em função da Taxa Selic que é reajustada para o controle da Inflação.

Até fevereiro deste ano o Brasil se encontrava, segundo um ranking elaborado pelo portal Moneyou e pela gestora Infinty Asset Management, como o pais com a maior taxa real de juros ao ano. Sendo ultrapassado pela Rússia após o forte aumento de juros no pais em meio a Guerra da Ucrânia.

A taxa real de juros equilibrada é estimada em torno de 4,5%. Todavia, hoje o Brasil possui sua taxa real de juros em 13,75% ao ano.

A expectativa é que os juros só voltem a cair na segundo semestre de 2023. Isso segundo pesquisar que levam em consideração a taxa de Depósito Interbancário de um ano ( que atualmente possui vencimento em setembro de 2023), e a inflação projetada para os próximos 12 meses.

Se você quer saber um pouco mais sobre como lidar com as taxas de juros e administrá-las da melhor forma possível, entre em contato com um de nossos consultores.

Compartilhe

Compartilhe

Mais artigos

Busca

Envie uma mensagem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gerencie seu Patrimônio

em um só lugar

Monefica gestora de investimentos, fundo exclusivo, planejamento financeiro, investimentos, gestã patrimonial, carteira administrada.

Integre e consolide seus investimentos financeiros, a distribuição da sua carteira
e rentabilidade com o benchmark definido

Vamos trabalhar juntos no

seu projeto de vida